Lições de Célula

Ap. Leila

6 – Jesus Cristo e sua divindade

1 – Afirmações diretas           

As escrituras afirmam claramente que Jesus Cristo é Deus. 

“Ninguém jamais viu a Deus: O Deus unigênito que está no seio do Pai, é quem  o revelou.” João 1:18

Assim Jesus diz ser o Deus Unigênito que está no seio do Pai e se Ele diz então é verdade.

Se isto não bastasse, afirmações dessa natureza podemos encontrar freqüentemente, tais como em: Jo 8:58, Jo1:1 e outras tantas passagens.

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, Eu Sou.” João 8:58

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” João 1:1

2 – No Antigo Testamento

Ele era identificado como SENHOR. No Antigo Testamento Deus era chamado de Senhor e Jesus é chamado de Senhor no Novo Testamento. 

“a qual, em suas épocas determinadas, há de ser revelada pelo bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores;” I Timóteo 6:15

NA ADORAÇÃO:

Jesus foi adorado e adoração somente Deus tem direito. Todas as vezes que alguém, tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento, tentaram adorar um ser celestial, ”Um Anjo”, este sempre dizia: “..sou conservo teu e dos teus irmãos que mantêm  o testemunho de Jesus; Adora a Deus.” Mas Jesus, por várias vezes recebe adoração, se Ele não fosse Deus, Ele jamais teria recebido adoração.

Se Jesus não é Deus, toda a Bíblia está errada, pois Ela diz que Ele é Deus; se Ele não é Deus todos os apóstolos e a igreja primitiva eram idólatras, pois eles adoravam a Jesus Cristo; e mais, os anjos no céu, os anciãos estão em pecado de idolatria, pois eles O adoram, prostrando-se e depositando suas coroas aos pés do CORDEIRO. Por tudo isso afirmamos: Jesus Cristo é Deus, Ele é o nosso Deus, o nosso Amado e eterno Salvador.

“proclamando em grande voz: Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor.” Apocalipse 5:12

NA CRIAÇÃO:

A BÍBLIA afirma:

“Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. “ João 1:3

“nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo. Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas,” Hebreus 1:2-3

3 – A salvação vinda de Deus:

Jesus Cristo é a salvação planejada por Deus para a humanidade.

“Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.” Mateus 1:21

“Assim diz o Senhor, o Santo de Israel, aquele que o formou: Quereis, acaso, saber as coisas futuras? Quereis dar ordens acerca de meus filhos e acerca das obras de minhas mãos?” Isaías 45:11

JESUS TINHA CONSCIÊNCIA DE SUA DIVINDADE

MESSIAS: Ele é o Messias, o prometido ao povo de Israel. 

“Então, Jesus e os seus discípulos partiram para as aldeias de Cesareia de Filipe; e, no caminho, perguntou-lhes: Quem dizem os homens que sou eu? E responderam: João Batista; outros: Elias; mas outros: Algum dos profetas. Então, lhes perguntou: Mas vós, quem dizeis que eu sou? Respondendo, Pedro lhe disse: Tu és o Cristo” Marcos 8:27-29

O FILHO DE DEUS: Ele é o filho de Deus o unigênito do Pai. 

“e foi designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade pela ressurreição dos mortos, a saber, Jesus Cristo, nosso Senhor,” Romanos 1:4

SENHOR: Jesus Cristo é Senhor e diante dEle, queiram ou não todo joelho haverá de se dobrar, tanto no céu quanto na terra; portanto, é melhor reconhecer o Seu Senhorio agora, enquanto é tempo.

“Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.Filipenses 2:9

CONCLUSÃO:

Jesus Cristo é Deus, é o Deus que se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade: é o Deus bendito que tomou o nosso lugar morrendo na cruz para  pagar a nossa dívida com Deus apagando no Seu sangue os nossos pecados; é o Deus que se esvaziou de Sua Glória, pois sabia que de outra forma, toda humanidade estaria para sempre em trevas profundas sem Deus e sem esperança eternamente.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Fechar Menu