Lições de Célula

Ap. Leila

8 – A Ressurreição de Cristo

1 – Sua importância

1.1 – Na nossa salvação:

A nossa salvação não depende só da morte de Cristo, mas também da Sua ressurreição. Se Cristo não ressuscitou é vã a nossa fé, mas Cristo ressuscitou e isso faz a grande diferença do cristianismo das demais religiões.

Todos os líderes religiosos morreram e viraram pó, estão mortos esperando o dia do Juízo de Deus e neste dia Confucio, Maomé, Alan Kardec, todos terão que prestar contas das mentiras que pregaram.

“Ora, se é corrente pregar-se que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como, pois, afirmam alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos? E, se não há ressurreição de mortos, então, Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé; e somos tidos por falsas testemunhas de Deus, porque temos asseverado contra Deus que ele ressuscitou a Cristo, ao qual ele não ressuscitou, se é certo que os mortos não ressuscitam. Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados. E ainda mais: os que dormiram em Cristo pereceram. Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.” 1 Coríntios 15:12-19

1.2 – É indispensável na pregação do evangelho:

Os apóstolos sempre pregaram Jesus e a ressurreição.

“Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” 1 Coríntios 15:3,4

2 – A necessidade da ressurreição 

2.1 – Para cumprir as profecias.

Os profetas sempre disseram  que o Messias sofreria, mas seria por fim ressuscitado e glorificado.

“Pois não deixarás a minha alma na morte, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.” Salmos 16:10

2.2 – Para cumprir as profecias feitas pelo próprio Jesus Cristo.

Jesus desde o início de seu ministério, estava falando aos seus discípulos de Sua morte e da Sua ressurreição.

“Jesus lhes respondeu: Destruí este santuário, e em três dias o reconstruirei. Replicaram os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este santuário, e tu, em três dias, o levantarás? Ele, porém, se referia ao santuário do seu corpo. Quando, pois, Jesus ressuscitou dentre os mortos, lembraram-se os seus discípulos de que ele dissera isto; e creram na Escritura e na palavra de Jesus.” João 2:19-22 

2.3 – Para conceder dons espirituais.

A Bíblia diz que ”Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres”, e “quando Ele subiu as alturas, levou cativo o cativeiro, e concedeu dons aos homens” 

“E a graça foi concedida a cada um de nós segundo a proporção do dom de Cristo. Por isso, diz: Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens. Ora, que quer dizer subiu, senão que também havia descido até às regiões inferiores da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas. E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres,” Efésios 4:7-11

2.4 – Ser fonte de vida. 

Quando aceitamos a Cristo recebemos o poder da ressurreição. Jesus Cristo ressuscitou ele é o penhor, a garantia da nossa ressurreição.

“e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus;” Efésios 2:5,6

2.5 – Para Cristo Ser o Cabeça da Igreja.

Jesus Cristo é o cabeça da igreja, a cabeça que governa o corpo. A igreja deve estar ligada ao Cabeça(Cristo), pois só assim ela recebe vida e direção.

“E pôs todas as coisas debaixo dos pés e, para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas.” Efésios 1:22,23

2.6 – Para Cristo Ser o Salvador.

Somente um Deus vivo pode ser salvador. Se Jesus Cristo tivesse permanecido no túmulo Ele jamais poderia ser o nosso salvador, mas Deus, com a Sua destra, o exaltou a Príncipe e Salvador.

“Deus, porém, com a sua destra, o exaltou a Príncipe e Salvador, a fim de conceder a Israel o arrependimento e a remissão de pecados.” Atos 5:31

3 – Seu caráter

Foi uma ressurreição verdadeira.

“e aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno.” Apocalipse 1:18

Amados,  a ressurreição de Cristo é um fato, não resta nenhuma dúvida. Muitos podem dizer será que Jesus ressuscitou mesmo? Eu digo, Ele ressuscitou. Mas como saber isso?  A Bíblia diz, eu creio e mais do que isso o Espírito Santo testifica dentro do nosso espírito que Ele está vivo.

Sabemos que Jesus ressuscitou pois os apóstolos pregaram  o tempo todo que Jesus havia ressuscitado, e mesmo quando foram ameaçados de morte por estarem falando da ressurreição de Cristo, não recuaram, mas  disseram : “antes importa obedecer a Deus do que aos homens.” De fato, todos os apóstolos, por ensinarem, por pregarem, por falarem que Jesus Cristo ressuscitou, perderam as cabeças. Ora, ninguém dá sua cabeça por uma mentira, mas por uma verdade certamente somos capazes até mesmo de morrer.

“Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.” Atos 5:29

4 – Seu valor

4.1 – Fornece base para a fé.

Se Cristo não ressuscitou, vã é a nossa fé, mas Cristo de fato ressuscitou.

“E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.” 1 Coríntios 15:17

4.2 – Deus  deu ao crente um eterno Sumo Sacerdote.

Os sacerdotes da antiga aliança morriam, mas Jesus como nosso Sumo Sacerdote morreu e ressuscitou e está a direita do Pai nas alturas, e intercede por nós.

“Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens sujeitos à fraqueza, mas a palavra do juramento, que foi posterior à lei, constitui o Filho, perfeito para sempre.” Hebreus 7:28

“Ora, o essencial das coisas que temos dito é que possuímos tal sumo sacerdote, que se assentou à destra do trono da Majestade nos céus,” Hebreus 8:1

4.3 – Há na ressurreição poder para salvar o homem.

“Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.” Romanos 10:9,10

CONCLUSÃO

Amados, se Cristo não ressuscitou é vã a nossa fé; somos os mais infelizes de todos homens; comamos e bebamos porque amanhã morreremos. Se Cristo não ressuscitou a nossa religião é vã, não vale nada, é como uma outra qualquer: como catolicismo romano, cujo cristo continua pendurado no madeiro, como o budismo, cujo buda ainda está no túmulo apodrecido ou como outra religião qualquer, mas Cristo , meu amado irmão, de fato ressuscitou e isso faz a grande diferença do cristianismo de outra religião qualquer, faz do cristianismo a única religião verdadeira, a única que tem um Salvador vivo e verdadeiro.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no print